3 – A importância da perseverança

Compartilhe -

No trecho anterior, vimos que apenas Éfeso e Tiatira foram elogiadas pelo seu serviço em favor do Reino, Agora veremos que é exatamente para elas que o Senhor ressalta a importância da perseverança!

Parece, então, que trabalho e perseverança precisam andar juntos.

“Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua perseverança (…) e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer.” (Apocalipse 2:2)

“Eu conheço as tuas obras, e o teu amor, e o teu serviço, e a tua fé, e a tua perseverança (…)(Apocalipse 2: 19)

Algumas traduções utilizam a palavra “paciência” no lugar de perseverança. O sentido é este mesmo: perseverar é insistir, ter constância, ter paciência.

No capítulo 10 de Hebreus, temos o seguinte:

“Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque ainda dentro de pouco tempo aquele que vem virá, e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé, e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.” (Hebreus 10: 36 – 39)

Precisamos permanecer dando fruto e trabalhando, obedecendo a Palavra, enquanto aguardamos a Volta de Cristo. Ainda que venha sofrimento e tribulações, ainda que nos pareça que Ele está demorando, precisamos permanecer firmes na promessa de que Ele vai voltar e é galardoador daqueles que O esperam.

Ao vencedor, Jesus prometeu:

“dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus”. (Ap. 2:7)

“de modo nenhum sofrerá o dano da segunda morte.” (Ap. 2:11)

“dar-lhe-ei do maná escondido, bem como lhe darei uma pedrinha branca e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe.” (Ap. 2:17)

“eu lhe darei autoridade sobre as nações e com cetro de ferro as regerá, e as reduzirá a pedaços como se fossem objetos de barro; assim como também eu recebi de meu Pai, dar-lhe-ei ainda a estrela da manhã.” (Ap. 2: 26 – 28)

“será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do livro da vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.” (Ap. 3: 5)

“fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus e daí jamais sairá; gravarei também sobre ele o nome do meu Deus, o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do meu Deus, e o meu novo nome.” (Ap. 3: 12)

“dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci, e me sentei com meu Pai no seu trono.” (Ap. 3: 21)

Com amor,

Luciane

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist